It only took a moment

Em algum momento das nossas vidas já fomos confrontados com a ideia de que os fotógrafos de casamento gostam de privar os recém-casados dos seus convidados e da festa, fazendo-os passar por horas de castigo fotográfico. Bom… infelizmente, na grande maioria dos casos, isto ainda é verdade.

Há coisas que me escapam na vida… e esta é uma delas. Se há coisa que se quer irrepetível é o dia do casamento e se há momento que não faz sentido recordar é o do fotógrafo pedir para fazer “A” ou “B”.

No entanto, também os convidados podem ser demasiado… exigentes (!) na demanda de uma recordação. :)

Por vezes, o desejo de uma recordação fotográfica por parte dos convidados pode assoberbar o momento.

Uma das coisas mais óbvias, para mim pelo menos, é que a naturalidade de uma lágrima ou de um sorriso, valem por 1000 poses. E, para se captar esta espontaneidade, bastam 15 minutos (ou 12, como no caso abaixo :p) a sós com os noivos. De facto, num dia naturalmente agitado, este prova ser, frequentemente, o primeiro momento de “paz” do casal.

Em homenagem a isso mesmo, decidi fazer este pequeno clip. Acho que o título diz tudo.

Concordam? :)